B I S T R O H U B

Conselhos para cozinhas fantasma: poupe tempo, dinheiro e estresse.. How to improve the management of your ghost kitchen to save money, time and reduce your stress. Make your customer service and your management more effective.

As cozinhas fantasma vêm ganhando mais espaço no mercado graças à comodidade envolvida em poder pedir comida online, assim como a popularidade dos aplicativos móveis de delivery. A Covid-19 só fomentou ainda mais este modelo de negócios, já que os clientes podem degustar pratos e menus sem terem de ir a um estabelecimento ou correr o risco de serem infetados.

Desta forma, muitas cadeias de restaurantes e supermercados com serviço de comida a domicílio começaram a explorar essa tendência, ao mesmo tempo em que surgem novos empreendedores que põem em marcha negócios de restauração baseados no modelo das cozinhas virtuais. model.

A gestão de A gestão de uma não está isenta, no entanto, de seus desafios. Quando a sua empresa é 100% descentralizada e não depende do tamanho entre as quatro paredes de seu restaurante, é preciso ter um nível máximo de digitalização para poder economizar tempo, garantir a eficiência dos custos e melhorar a operacionalidade dos funcionários.

Neste artigo, mostraremos a você 4 conselhos profissionais para otimizar o rendimento da sua cozinha na nuvem e alcançar as metas que você estabeleceu.

As 4 chaves para economizar tempo e custos na sua cozinha fantasma

O sucesso de uma cozinha ou rede de cozinhas fantasma não é garantido de antemão. A concorrência vem crescendo e hoje em dia os clientes podem ser muito exigentes.

A seguir, mostraremos alguns dos pontos essenciais que, como empresário, você deve levar em conta para a gestão da sua dark kitchen.

1. Faça um estudo de mercado e escolha bem a localização

O primeiro ponto a observar é que a sua A gestão de uma cozinha fantasma não terá contato direto com o cliente — apenas com os entregadores. O mais importante é cuidar do serviço de entrega. Por isso, você não precisa de um grande investimento para comprar ou alugar grandes áreas comerciais.

Basta ter um espaço que possa oferecer o serviço à área geográfica onde se encontra. Reduza os custos baseando-se nas ruas ou bairros para os quais a sua cozinha fantasma pode fornecer, sobretudo nas grandes cidades, e experimente diferentes combinações.

2. Automatize os seus processos com um sistema de ponto de venda

Nas cozinhas virtuais, a administração é muito importante e não se pode administrar manualmente. Você receberá pedidos por diferentes canais, desde o seu próprio aplicativo móvel até plataformas de delivery, o seu site, ou por telefone.

Para poder sistematizar a gestão de pedidos e a ordem de preferência de cada encomenda, você precisa de um Sistema de Ponto de Venda (SPV) que permita facilitar e automatizar a gestão. Você não precisará anotar os pedidos manualmente, porque assim que um novo pedido for feito ele simplesmente entrará na fila da cozinha fantasma mais próxima que abasteça a zona em questão.

Com o Bistrohub, você pode gerenciar toda a entrada de pedidos a partir de um só dispositivo, simplificando desta forma a gestão de pedidos. Além disso, você não precisa depender 100% de uma só plataforma de deliverynem ter de visualizar um por um os diferentes aplicativos de envio + o app da sua própria cadeia de restaurantes. Você cuida de tudo em um só lugar.

3. Avalie as suas informações e melhore as ofertas

Um dos erros cometidos por muita cozinhas fantasma, e operadores de marcas é concentrar-se unicamente na produção e na logística. Mas também é muito importante analisar os resultados para poder melhorar a oferta, já que, como vínhamos dizendo, a chave para vender com uma cozinha fantasma é prestar um bom serviço.

As pessoas não comprarão os seus menus pela comodidade do seu restaurante ou por ele ter decorações bonitas. Você depende exclusivamente da qualidade dos pratos e da velocidade e boa atitude do serviço de entrega. Por isso, realize experiências com as suas ofertas gastronômicas, faça pequenas alterações no menu e descubra as reações dos clientes de acordo com as avaliações feitas do serviço.

4. A gestão de marca é importante

Os clientes do seu restaurante virtual ou cadeia de comida a domicílio não estarão só comprando porque os seus pratos são deliciosos.

Outro motivo essencial é a experiência geral do cliente ao receber o seu pedido em casa. Pense na grande diferença que vem da embalagem e acondicionamento dos alimentos de uma forma cuidadosa e que se conforme com os seus valores corporativos.

Uma boa marca, transmitida através da embalagem e apresentação dos menus, pode ajudá-lo a ganhar a fidelidade dos clientes.

Para gerar confiança, você precisa transmitir uma imagem profissional em todos os pedidos. O fato de você estar oferecendo o serviço de um restaurante fantasma não quer dizer que o serviço não possa refletir qualidade, elegância e conveniência que os clientes experimentariam se visitassem um restaurante tradicional com estas características.

Se você quiser conhecer melhor e e organizar uma demonstração do software com o qual você pode gerir as suas cozinhas fantasma, entre em contato conosco agora mesmo.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

pt_BRBR